Siga-me por e-mail...

domingo, 4 de dezembro de 2011

Seu menino

É por saber onde ando e o que faço
Que sei que posso descansar
Minha cabeça em meu travesseiro a noite
E dormir sossegado
Comumente com minha sã consciência
De que nada esta errado
Apesar de receber de você
A singela nomeação de vagabundo
Quando chego em casa
Após uma noite a fora
De nada te importas o que faço
Nem como faço
Importa-te que eu viva pertinho de ti
Como um pássaro num ninho
Sou grande pra mim
Mas, menino pra ti
E não importa o quanto eu cresci
Serei sempre seu menino
Minha vó...

By: José Lucas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita e pelo comentário, assim que possível responderei ao comentário...