Siga-me por e-mail...

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Aquarela


Não repare meu sorriso amarelo
Devido ao meu cansaço esroxeado
Nem repare se meu amor não é tão vermelho
Se notar em meu tom azul nostálgico
Que estou a verdes esperanças
De que a branca paz
Mude o mundo
E que uma bela aquarela
Mude o que for
Estranho e sem cor
Que mude também
O tom do meu viver.

By: José Lucas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela visita e pelo comentário, assim que possível responderei ao comentário...