Siga-me por e-mail...

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Quero e espero

Nem sempre amar é sinônimo de amor
Nem sempre ao que temos
Damos o verdadeiro valor
Mas sempre temos o que esperar
Algo para querer buscar
E se te pergunto
Se sabes o que quero?
Eu quero mais do que espero
E se espero, é porque quero
Que o que espero seja certeiro
E se espero ser feliz
Quero que seja por inteiro.


By: José Lucas.

sábado, 21 de abril de 2012

Alguém

Por cima da alma
Uma capa
Por baixo da capa
Um alguém
Não se sabe quem
Quem?
Quem não conhece
Acha, não vê, não viu
Não sabe
E quem conhece
Não se esquece
Portanto
Se não conheces alguém
Não o julgue também.

By: José Lucas.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Você pode querer

Você pode querer ser tudo
Só não queira ser uma pessoa ruim
Você pode querer ter tudo
Só não queira ter o que for ruim
Contente-se com o pouco que tens
Pois, muitos tampouco têm
O pouco que tu tens
Você pode querer, pode desejar
Mas cuidado na hora de amar
Faça alguém sorrir
Mas não a faça chorar

Faça tudo que seu coração mandar.

By: José Lucas.

domingo, 8 de abril de 2012

Merecimento

Eu não mereço tanto!...
Ou será que mereço?...
Sei que não me conformo
Mas tudo tem seu preço
Não faço tudo do jeito que falo
Mas faço senão enlouqueço
Não quero o que vem fácil
Pra isso não damos apreço
Não quero se for de mal grado
Pra isso nos damos respeito
Eu quero o que for de verdade
Eu quero o que for pra valer
Eu quero que seja pra sempre
Eu quero que seja pra ser
Eu quero o que eu merecer. 


By: José Lucas.


domingo, 1 de abril de 2012

Vazio sem fim

É o vazio no peito
É a tristeza no olhar
É você na cabeça
É seu jeito de amar
Que me deixou perdido nesse lugar
Onde o vazio dá calafrio, a alma se acalma
Esconde-se onde ninguém pode achar
A alma entoa o verso, o beijo, o abraço
Que ecoa e magoa teu jeito em mim
Deixando-me assim num vazio sem fim.

By: José Lucas.